terça-feira, 29 de abril de 2014

Conservadorismo

CONSERVADORISMO
O que é ser um Conservador?

Ser conservador é conservar valores morais, conservar a liberdade individual, econômica, religiosa e de expressãoconservar as instituições democráticas, a distinção e autonomia entre os 3 poderes, etc.

Ser conservador é defender a vida, a família tradicional, o casamento heterossexual e o pátrio poder.

Ser conservador é combater a exploração sexual de menores, a prostituição que degrada tantas mulheres, o direito dos índios de saírem do isolamento e o uso das drogas que aprisionam milhares de pessoas.

Ser conservador é defender o livre-mercado, o Estado Mínimo, uma carga tributária reduzida, a propriedade privada e a meritocracia.
Veja mais detalhes aqui: http://ondaconservadora.blogspot.com.br/2013/05/esquerda-ou-direita.html

Enfim, é conservar tudo que é bom e ser contra tudo que não presta.

Há quem diga que ser conservador é ser contra mudanças ou melhorias na sociedade. Ledo engano! O conservador quer melhorias, mas sem solapar a democracia e sem a criação de um Estado Babá (Controlador e Provedor).

Os conservadores são a favor do progresso tecnológico, científico, intelectual, social, civil, ético, legal, industrial, comercial, etc. A única ressalva é que a liberdade seja exercida com responsabilidade. Por isso os limites morais são importantes. A degradação moral leva à degradação social.

Ser conservador não implica em recusar mudanças, mas em ter prudência com as ilusões de que os humanos sejam facilmente racionais, belos e bons.

Hoje em dia parte da sociedade (sob influência progressista) confunde todos os seus apetites com direitos. Se a sociedade seguir esse caminho vai acabar debaixo de tirania pois não conseguirá frear a sede de poder de alguns grupos.

O conservador entende que o papel do Estado é prover um ambiente seguro e livre para as pessoas se relacionarem. Mas não cabe ao Estado usar os impostos para prover tudo que as pessoas, empresas e grupos reivindicam.

Para uma visão mais profunda do Conservadorismo veja:

10 Princípios Conservadores:
http://10principios.blogspot.com.br/

Você é conservador?
http://observatorioconservador.com.br/voce-e-conservador-o-que-e-conservadorismo/ 


Por fim, é válido esclarecer que a corrente de pensamento conservadora é abraçada por vários grupos de pessoas: ateus, gays, católicos, evangélicos, espíritas, muçulmanos, jovens, idosos, etc.

Muita gente confunde o discurso conservador com discurso religioso. Embora seja contraditório um católico ou um evangélico não ser conservador, é válido dizer que nem todo conservador é cristão.

PS.: Veja ainda o artigo do filósofo Luiz Felipe Pondé, que é agnóstico, mas defende muitas bandeiras conservadoras. 
http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq1310200820.htm

PS. 2: O conservador cristão consciente entende seu papel de cidadão e defende seus valores morais na esfera pública; ele respeita o Estado Laico e não quer uma igreja oficial do Estado, muito menos uma teocracia; apenas exerce sua cidadania defendendo princípios conservadores e leis baseadas na moral cristã.

ACESSE: http://ondaconservadora.blogspot.com.br/2013/09/direita-politica.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário